26.06.2017  /  12:29

Fernanda Lima, 40 anos: “Cheguei bem mais longe do que imaginava”

Fernanda Lima || Créditos: Paulo Otero

Fernanda Lima completou 40 anos nesse domingo, sem grandes badalações. Aproveitamos a data para perguntar para a apresentadora se ela se tornou o que sonhava quando tinha 20 anos. “Ai, acho que imaginava muito menos, para te falar a verdade. Acho que consegui chegar bem mais longe do que pretendia. Estou bastante satisfeita com meu trabalho e na minha vida como um todo, com meus filhos, com a educação que estou dando pra eles”. E o que ainda quer conquistar? “Eu não tenho muito mais ambições, não. Ainda tem muito trabalho pela frente, mas está tudo certo”.

“Se eu não tomasse um partido…”

Sobre seu crescimento como apresentadora no programa que consolidou sua carreira… “Sempre fui bastante opinativa na minha vida, mas fazer isso na TV aberta, com tantas famílias te assistindo, é mais arriscado, mas também em algum momento cheguei à conclusão de que se eu não tomasse um partido e me colocasse de alguma maneira até me expondo, o ‘Amor e Sexo’ não teria chegado onde chegou. Eu precisava fazer algo em que mostrasse a minha personalidade”. Vem mais uma temporada por aí? “Acho que sim, a gente está em negociação”.

Sobre sua participação na última parada gay: “Estamos em um momento importante para ir para a rua e lutar por direitos, sejam eles individuais ou mais coletivos. Essa situação política está nos entristecendo muito e um evento como aquele tem uma importância absurda porque inclusive mobilizou mais gente que as manifestações [contra corrupção]. Então é muito bom participar, e aproveitar para falar de vários assuntos”.

“Vale dinheiro, mas ninguém quer briga aqui”

Fernanda também falou sobre seu novo projeto, o reality musical “PopStar”, que estreia em julho, aos domingos, na Globo. É uma competição entre atores e apresentadores da emissora soltando a voz. Um novo desafio? “Mais ou menos. A diferença é que antes, no ‘SuperStar’ [que ela também comandou],  eram talentos desconhecidos, e agora são famosos. Pra mim acho que vai ser bem tranquilo”. Para os candidatos… “Vale dinheiro, é competição e vai haver vencedor. Vou instigar a disputa. Mas, óbvio, ninguém quer briga aqui, nem criar nenhum tipo de clima ruim ou baixo astral”.

Já que se arrisca cantando no “Amor e Sexo”, encararia ser testada dessa forma? “Eu nunca! Acho uma coragem absurda o que estão fazendo, admirável, porque não é só ir ali e cantar, tem a pressão do ao vivo, muito aterrorizante, e são pessoas já consagradas em suas profissões. Acho muito guerreiro da parte de cada um deles dar a cara a tapa, ser julgado, ser analisado e de repente sair do programa”. (por Michelle Licory)