Fendi e Charles de Vilmorin brilham no último dia de desfiles da haute couture

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0
0

O destaque no grand finale da semana de moda de alta-costura inverno 2022, nesta quinta-feira, vai para as apresentações de Fendi e Charles de Vilmorin. Como já adiantamos por aqui, as grandes tendências desta temporada são o otimismo romântico, bem representado pela presença das flores, e a extravagância em shapes, volumes e modelagens, com direito a muitas plumas e babados.

Prodígio no mundo da moda, a coleção criada pelo estilista francês Charles de Vilmorin era uma das mais aguardadas desta edição da haute couture. Isso porque, na temporada passada, seu nome causou o maior burburinho ao ser convidado, aos 24 anos, a integrar o line-up da semana de moda. Este ano, para seu outono/inverno 2022, Charles optou por ir em direção contrária às roupas coloridas e gráficas que lhe garantiram o lugar ao sol e apostou em uma coleção majoritariamente preta. Apesar do peso dramático que a cor traz, o designer não economizou nos acessórios dourados e muito menos em tecido e recortes já consagrados na alta-costura.

Já a italiana Fendi preferiu os tons neutros que vão desde o branco, passando pelo bege, até variações de marrom e caramelo e alguns tons pastéis sutis, como azul e amarelo, deixando o preto brilhar apenas em cinco dos 31 looks desfilados. Com inspiração no trabalho do cineasta romano Pier Paolo Pasolini, Kim Jones, estilista inglês e diretor criativo da casa, criou minivestidos de renda com botas overknees, vestidos de gala com drapeados e modelos incríveis de ombro a ombro. “Roma é uma cidade fascinante porque tem tantos passados ​​- e fui atraído por Pasolini porque sempre fui inspirado por sua visão do mundo”, explicou Jones.