07.02.2016  /  9:00

Felipe Veloso sobre o Carnaval de Salvador: “Mais livre, mais à vontade”

Fiat
Felipe Veloso no camarote Expresso 2222, nessa sexta-feira || Créditos: Paulo Freitas
Felipe Veloso no camarote Expresso 2222, nessa sexta-feira || Créditos: Paulo Freitas

Felipe Veloso é um expert do Carnaval baiano. O stylist carioca vem há 13 anos para o Carnaval de Salvador, onde circula pelos melhores lugares e rodas da cidade. Glamurama bateu um papo no camarote Expresso 2222 com ele sobre a folia. Vem!

Por Julia Moura

Glamurama: Quais são as suas impressões do Carnaval de 2016?
Felipe Veloso: “Achei o transito muito pior. Pra se deslocar foi o pior ano de todos. Cheguei aqui na segunda e na terça você já não conseguia mais andar, milhões de engarrafamentos. E senti também essa onda que ta contaminada de bloquinhos, não só em Salvador, mas no Brasil inteiro. As pessoas estão se antecipando…”

Glamurama: Por que você prefere o Carnaval de Salvador ao do Rio?
Felipe Veloso: “O Carnaval de Salvador é mais informal. Aqui a gente consegue circular mais, mudar de ideia… Não tem muito uma programação, a gente vai fazendo as coisas sem planejamento. No Rio, a gente tem que se programar mais. Em Salvador eu me sinto mais livre, mais à vontade.”

Glamurama: E quais são seus endereços preferidos na cidade durante o Carnaval fora do circuito dos blocos?
Felipe Veloso.: “Gosto de lugares clássicos, como o Pelourinho, almoçar no Paraíso Tropical, sair de barco, ir no Yatch Club, na feira de São Joaquim, ir à missa da igreja Santa Luzia… O Carnaval é tão intenso, então você pode intercalar com programas mais leves.”

Glamurama: Para não fazer feio no Carnaval, qual conselho de moda você dá às glamurettes?
F.V.: “Acho que o Carnaval é uma época de conforto. Mesmo que você vá preparada pra ficar mais na pose, você acaba querendo se divertir. É muito ruim você não se divertir por um sapato que tá te incomodando ou um short que tá te prendendo.”

Glamurama: Pode destacar alguma tendência para este Carnaval?
Felipe Veloso: ” Se divertir, só!”

Glamurama: Você assina o look que Caetano Veloso usará para desfilar na Mangueira. Como será o traje do cantor?
Felipe Veloso.: “É uma roupa que segue uma norma tradicional de escola de samba, não tem nada a ver com meu gosto. É uma roupa burocrática, digamos assim. Não pode ser um tênis ou um sapato esportivo, por exemplo, porque a escola perde pontos. Caetano vai usar um terno Osklen de linho super bonito com uma camisa branca.”

Para acompanhar as novidades da FIAT, acesse o site e as redes sociais: Facebook,Twitter, Instagram e YouTube.