04.09.2017  /  14:44

Febre na Europa e proibido no Brasil, vinho azul vai ser lançado em breve nos EUA

O vinho azul Gik Blue: proibido no Brasil, disputado nos EUA || Créditos: Divulgação

Um dos grandes hits do verão europeu em 2016 e proibido no Brasil desde o início deste ano, o vinho azul produzido pela vinícola espanhola Gik vai começar a ser vendido em breve nos Estados Unidos, o maior mercado consumidor de vinhos do mundo. Pra quem está por fora da nova tendência no segmento de bebidas alcoólicas fermentadas, a gente explica: lançado no ano passado pela Gik, o Gik Blue é feito com uvas brancas e tintas produzidas na região de Castilla-La Mancha, no centro da Espanha, e leva em sua composição outras plantas que soltam pigmentos azuis e adoçantes.

Criado com a ideia de atrair os mais jovens e para ser servido gelado, a fim de pegar carona na febre dos espumantes feitos sob medida para serem bebidos com uma ou mais pedrinhas de gelo, o Gik Blue atraiu a ira de especialistas que o consideram uma aberração estritamente comercial e de outros produtores do setor vitivinícola espanhol, principalmente aqueles que atuam na terra de Dom Quixote há séculos e prezam pela tradição, e chegou a ser temporariamente barrado das prateleiras por lá.

Para evitar maiores transtornos, a solução encontrada pelo pessoal da vinícola foi focar no mercado americano, que hoje responde pela maioria maciça de suas exportações. Se o plano der certo, a Gik espera usar o status que pode conquistar nos Estados Unidos para tentar entrar novamente em outros países onde já teve ou ainda naqueles em que pode vir a ter dificuldades. Lembrando que por aqui o vinho azul foi barrado em janeiro pelo Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento por conter corante. (Por Anderson Antunes)