11.08.2018  /  9:00

Famosas criam campanha para convencer Ivanka Trump a fazer a cabeça de seu pai. Entenda!

Ivanka Trump || Créditos: Getty Images

Já que não se entendem com Donald Trump de maneira alguma, várias poderosas de Hollywood resolveram apelar para a filha mais velha do presidente dos Estados Unidos para tentar persuadi-lo a ser menos radical com os imigrantes que cruzam a fronteira sul do país ilegalmente e também para pedir a cabeça da secretária de Segurança Nacional dos EUA, Kirstjen Nielsen, uma das vilãs do momento por lá.

Em uma campanha intitulada “Dear Ivanka” que ganha cada vez mais força nas redes sociais, famosas como Amy Schumer, Chelsea Handler e Cara Delevingne – todas seguidas por Ivanka Trump – endereçam uma carta aberta à primeira-filha na qual lhe pedem que faça o possível para convencer Trump a liberar as 572 crianças que ainda estão separadas de seus pais depois de terem sido capturadas entrando nos EUA sem autorização.

A manobra virtual tem a ver com a polêmica decisão dele em adotar uma política de tolerância zero com imigrantes ilegais, sobretudo aqueles vindos do México, dando aval inclusive para a prisão de menores de idade, o que deu o que falar em junho. “Estes abusos aconteceram no governo do seu pai e sob a liderança da secretária Nielsen. Acabe com esses atos desumanos, inconcebíveis e racistas de uma vez por todas!”, elas clamam na carta.

Uma das principais conselheiras de Trump, Ivanka se declarou contrária à medida logo que esta foi anunciada e há algumas semanas a criticou publicamente. Entre outras coisas, disse que considera a decisão do republicano como “o momento mais baixo” de seu governo e foi categórica ao afirmar que é contra qualquer tipo de separação forçada entre pais e filhos nestas circunstâncias. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, a carta postada por Amy Schumer em sua conta no Instagram. A comediante é uma das famosas que aderiram à campanha:

@ivankatrump

A post shared by @ amyschumer on