02.02.2018  /  12:32

Família de Mark Salling pode ter que indenizar vítimas do ator, que se suicidou nesta semana

Mark Salling || Créditos: Getty Images

A trágica morte de Mark Salling, que foi encontrado morto em um aparente suicídio nessa terça-feira, tem tudo para se tornar o começo de um pesadelo ainda maior e que pode durar anos para a família do ator. Réu desde o fim de 2015 em um processo no qual era acusado de posse de pornografia infantil, o Noah ‘Puck’ Puckerman de “Glee” confessou o crime em outubro, e aguardava desde então a sentença.

Como parte do acordo que fez com os promotores do caso para escapar de uma pena que poderia chegar a 20 anos de prisão, Salling concordou em pagar US$ 50 mil (R$ 160,5 mil) para cada uma de suas vítimas, que agora podem processar os administradores da herança dele para receber o dinheiro. A conta final pode bater a casa dos milhões de dólares – só no laptop dele a polícia de Los Angeles encontrou mais de 50 mil imagens de crianças quando o prendeu no flagra, há pouco mais de dois anos.

O problema é que, em sua curta carreira, Salling juntou uma fortuna de no máximo US$ 4 milhões (R$ 12,8 milhões), segundo a imprensa americana, e perdeu pelo menos US$ 2,7 milhões (R$ 8,7 milhões) em 2013 quando aceitou pagar a cifra para uma ex-namorada que o acusava de agressão na justiça. A má situação financeira e a perspectiva zero de conseguir novos trabalhos em Hollywood, aliás, teriam sido alguns dos motivos que o levaram a optar por acabar com a própria vida. (Por Anderson Antunes)