11.11.2019  /  10:39

Fã processa Madonna por causa de atraso de 2 horas em show: “As pessoas precisam trabalhar”

Madonna || Créditos: Reprodução

Madonna, que já foi parar no banco dos réus em várias ocasiões ao longo de sua vida, agora tem um encontro marcado com a justiça por um motivo um tanto quanto inusitado: a material girl está sendo processada por um fã que não curtiu nem um pouco um atraso de mais de duas horas para o começo de um show que ela fez no dia 17 de dezembro do ano passado na arena Fillmore Miami Beach de Miami, na Flórida.

A ação corre em um tribunal do estado americano desde a semana passada, e nela o admirador contrariado de Madge (que nos autos é identificado apenas como “Nate”) reclama que a performance estava agendada para começar às 20h30, mas a intérprete de “Don’t Tell Me” só deu o ar da graça quando já passavam das 22h30.

A essa altura ele já não estava na plateia presente no Fillmore, já que precisava acordar cedo no dia seguinte. “Algumas pessoas precisam trabalhar e ir à escola, razão pela qual não podem se dar ao luxo de de assistir uma apresentação que termine por volta da 1h da madrugada”, reclama o autor do processo.

Além do valor que desembolsou para comprar dois ingressos “top de linha”, no total de US$ 1.024,95 (R$ 4.272), Nate também pede uma indenização por danos morais para a Live Nation, a gigante do entretenimento que cuida da carreira de Madge e de vários outros popstars. O mais provável, no entanto, é que tudo seja resolvido com um acordo fora dos tribunais. Até porque se essa moda de processar cantores por atraso pegasse… (Por Anderson Antunes)