15.05.2019  /  8:50

Extra! Empresário de Britney Spears afirma que a cantora poderá dizer adeus aos palcos

Britney Spears || Créditos: Reprodução

O estado de saúde atual de Britney Spears continua sendo uma incógnita, mas é certo que a cantora não vai retornar aos palcos tão cedo. Mais do que isso, os mais próximos dela já estão comentando uma eventual aposentadoria. O próprio Larry Rudolph, que há anos cuida da carreira de Spears, confirmou para ao pessoal do site “TMZ.com” que o “goodbye” do showbiz é algo iminente. “Como a pessoa que a guia profissionalmente, e com base nas informações que tenho, acredito que ela não voltará a trabalhar em um futuro próximo e talvez nunca mais”, disse o agente da eterna princesinha do pop.

Spears era esperada em meados de fevereiro em Las Vegas, onde daria o pontapé inicial de uma nova residência no cassino Park MGM em troca de estimados US$ 500 mil (R$ 1,99 milhão) por apresentação – um valor recorde até mesmo para a Cidade do Pecado, onde os altos cachês pagos a artistas são uma prática comum. Pouco tempo antes da estreia, no entanto, a intérprete de “Toxic” mandou cancelar o primeiro show que faria por lá, e no começo de abril deu entrada em uma clínica psiquiátrica por supostamente estar sofrendo de Burnout, um transtorno mental que já afeta quase um terço da população dos Estados Unidos.

De qualquer forma, caso realmente escolha pendurar o microfone, Brit fará isso no auge, com um currículo de respeito que inclui mais de 150 milhões de discos vendidos em todo o mundo, alguns dos hits mais tocados nas rádios em todos os tempos e o título de um dos ícones culturais dos anos 2000, tudo isso sem contar os cerca de US$ 215 milhões (R$ 854,8 milhões) que a popstar de 37 anos juntou até hoje. (Por Anderson Antunes)