25.07.2018  /  7:50

Extra! Corte Européia de Justiça decide que o formato do KitKat não caracteriza marca registrada

Os chocolates KitKat estão no meio de uma disputa de anos || Créditos: Getty Images

Uma batalha judicial entre as gigantes Nestlé e Cadbury que já dura mais de uma década pode ter finalmente chegado ao fim nesta quarta-feira. E o motivo da discórdia entre as duas empresas é o design do KitKat, que pertence à primeira e é um dos chocolates mais famosos do mundo. Os suíços da Nestlé acreditam que o produto facilmente identificável pelas barras de wafer divididas em quatro partes retangulares representa uma marca suficientemente distintiva, e portanto merece ser registrada.

Mas os britânicos da Cadbury discordam disso, e tentam há anos barrar os concorrentes em sua tentativa de garantir na justiça o que acreditam ser um direito. O imbróglio acaba de ganhar um novo capítulo com uma decisão da Corte Européia de Justiça desfavorável ao suíços, sob a alegação de “falta de evidências”, mas o clima de tensão é tão grande que tanto as ações da Nestlé quando as da Mondelez (dona da Cadbury) operam em baixa neste momento.

Por envolver pesos-pesados da indústria alimentícia e tratar de um tema delicadíssimo, a resolução do caso está sendo interpretada por especialistas como um divisor de águas, uma vez que pode abrir caminho para que outros produtos famosos percam a exclusividade de suas formas tão conhecidas. A própria Mondelez teme isso, já que outros de seus chocolates favoritos entre os consumidores – os Toblerones – tem seu formato triangular protegido por marca registrada. (Por Anderson Antunes)