16.06.2019  /  8:57

Êxodo de “millennials” mostra que Nova York pode estar perdendo o status de meca dos jovens ricos

O skyline de NY: tem muita gente jovem “fugindo” da cidade || Créditos: Reprodução

Ninguém sabe explicar exatamente o motivo, mas o fato é que cada vez mais “millennials” ricos estão trocando Nova York por lugares bem menos hypados dos Estados Unidos, sobretudo cidades que ficam nos estados da Califórnia e de Washington. De acordo com um novo levantamento feito pelo site de dicas sobre investimentos “SmartAsset”, só entre 2015 e 2016 o número dessas pessoas com idades inferiores a 35 anos e ganhos na casa dos US$ 100 mil (R$ 388,4 mil) anuais pra cima chegou a 4.867 – o maior “êxodo” que se viu por lá em décadas nessa faixa etária.

Texas, Colorado e Flórida, este último popular desde sempre entre o povo da terceira idade, também estão entre os estados mais procurados por esses jovens cansados da Big Apple, que muitas vezes citam os altos custos de se viver por lá como razão para fazer as malas e ir embora, e em tantas outras afirmam simplesmente que querem mudar de ares em busca de uma vida menos estressante.

O curioso é que muitas empresas de tecnologia – com destaque para a Amazon, que cogita alugar um prédio inteiro em NY -, estão em processo de abrir escritórios na cidade justamente a fim de se tornarem mais interessantes para seus funcionários cansados da rotina estilo “bicho grilo” que é quase a regra no Vale do Silício, a região californiana que concentra as sedes de um sem número de gigantes “tech”. Vai entender… (Por Anderson Antunes)