a

Executivos do Twitter pedem demissão em massa nos Estados Unidos

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
a
A fortuna pessoal de seu fundador, Jack Dorsey, caiu de R$ 11,07 bilhões em março do ano passado para os atuais R$ 4,43 bilhões || Crédito: Getty Images

O clima é de tensão nesta segunda-feira na sede do Twitter em São Francisco, nos Estados Unidos. Sem maiores explicações, dois dos principais executivos da companhia – a chefe de mídia Katie Jacobs Stanton e o diretor de produtos Kevin Weil – anunciaram seus pedidos de demissão no domingo. Hoje cedo, dois outros executivos deixaram seus postos: Alex Roetter, chefe de engenharia, e o diretor de produtos Jason Toff. O Twitter ainda não se pronunciou sobre a debandada em sua diretoria.

Com uma péssima performance na bolsa nos últimos doze meses, a ação do Twitter perdeu mais de 56% de seu valor no período. Somente do início de janeiro até agora a queda já supera os 26%.

Só para se ter uma ideia do tamanho da crise pela qual passa o microblog, a fortuna pessoal de seu fundador, Jack Dorsey, caiu de US$ 2,7 bilhões (R$ 11,07 bilhões) em março do ano passado para os atuais US$ 1,08 bilhão (R$ 4,43 bilhões), uma perda de 60% em menos de um ano. (Por Anderson Antunes)