20.02.2018  /  12:07

Executivo de rede de TV americana manda banir Ronan Farrow de atração. O motivo?

Andy Lack e Ronan Farrow || Créditos: Getty Images

Um dos jornalistas mais prestigiados e badalados dos Estados Unidos nestes tempos de #MeToo (movimento contra o abuso e assédio sexual), Ronan Farrow – que pensa em lançar um livro sobre o tema – se tornou persona non grata entre diretores da rede de televisão americana NBC. O motivo? Antes das matérias bombásticas que publicou sobre os vários casos de assédio e abuso sexual atribuídos ao produtor de cinema americano Harvey Weinstein, no ano passado, o filho de Mia Farrow e Woody Allen procurou o canal para propor um programa especial sobre o tema e teria ouvido um sonoro “não” como resposta.

O problema é que, com o estouro do escândalo, ele acabou relatando o episódio em várias entrevistas que concedeu desde então, algo que teria irritado – e muito! – o chefão da NBC News, Andy Lack. Tanto que na última sexta-feira, ao saber que Ronan estava cotado para ser um dos convidados principais no programa de Rachel Maddow na MSNBC, uma estação irmã da NBC, o executivo mandou avisar em cima da hora os produtores da atração que cancelassem a participação dele. Climão! (Por Anderson Antunes)