01.08.2019  /  9:00

Ex-nadadora como o pai, Isabella Scherer fala sobre sua estreia em “Bom Sucesso”: “Eu e Grazi combinamos detalhes da personagem”

Aos 23 anos, Isa Scherer está no ar em ‘Bom Sucesso’ como protagonista / Crédito: Instagram

Isabella Scherer até pensou em seguir os passos do pai, o nadador Fernando Scherer, aka Xuxa, mas, aos 14 anos, o amor pela arte falou mais alto do que o esporte… e aí não teve jeito. “Eu queria ser nadadora e treinava todos os dias pra isso, durante várias horas. Mas chegou um momento em que o esporte não me fazia mais feliz”, revelou Isa. Para se dedicar ao teatro, largou as piscinas com apoio de toda a família, inclusive do pai. Pouco tempo depois, já estava trabalhando no Canal Futura e no Disney Channel, até entrar para Malhação em 2017. “A Malhação foi uma escola. Aprendi mais fazendo essa novela do que qualquer outra coisa na vida”.

Aos 23 anos, Isa está no ar em ‘Bom Sucesso’, dividindo o papel de protagonista com Grazi Massafera (ela faz a versão mais jovem de Paloma). Para interpretar a mocinha da trama a atriz enfrentou um de seus medos: aprender a sambar. “Não vou negar: no começo foi bem difícil, mas depois consegui. Acho que essa situação me provou que quando você se dedica, tudo é possível, independente do que for”, contou, bem-humorada. Mas não é só isso! Além de atriz, é dona de uma marca de roupas, a Serê, e ainda arruma tempo para vida amorosa, claro. Namorada de Fiuk desde 2016, entre idas e vindas, a influencer – sim, ela também é ativa nas redes sociais – prefere levar a relação com o galã de maneira discreta. Mesmo em meio a toda a correria, Glamurama conseguiu bater um papinho com Isabella. Vem!

Glamurama: Quando e como surgiu a vontade de ser atriz?
Isabella Scherer
: Tudo começou aos 14 anos. Eu queria ser nadadora como meu pai e treinava todos os dias para isso, durante várias horas. Mas chegou um momento em que o esporte já não me fazia feliz. Para me dedicar ao teatro e à carreira de atriz, precisei desistir da natação e me jogar.

G: E qual foi a reação do seu pai?
IS
: Ele ficou feliz! Meu pai sempre me apoiou. A única preocupação que ele tinha era com o fato de eu talvez me arrepender e querer voltar para a natação depois de alguns anos. O treino de um nadador é muito intenso e quando você pára por muito tempo, perde o ritmo.

G: Nunca pensou em voltar?
IS
: Não, jamais. É muito cansativo e eu amo ser atriz. Já não me vejo mais como nadadora.

G: Você estreou como atriz no Canal Futura e passou também pelo Disney Channel. Quais aprendizados você leva do início de carreira?
IS
: O começo é sempre difícil. Acho que tive a sorte de ter tentando entrar nesse mundo cedo. Eu era bem nova e não dependia dessa profissão para viver, sabe? Então foi mais tranquilo. Nessa época precisei entender logo de cara que essa carreira é feita de ciclos. Em alguns momentos você trabalha bastante, em outros não. Esse foi o meu primeiro aprendizado.

G: Em 2017, aconteceu a sua estreia em “Malhação”…
IS
: A Malhação foi uma escola. Aprendi mais fazendo essa novela do que qualquer outra coisa na vida. Claro que tudo é um aprendizado, mas nessa fase me descobri como atriz e aprendi a explorar as diversas camadas de um personagem.

G: Agora você está na novela “Bom Sucesso”. Estava ansiosa para a estreia?
IS
: Estava muito ansiosa, mas a ficha não caiu até eu realmente assistir na TV. É sempre uma espera muito grande e, quando a gente vê tudo pronto, é uma surpresa. Sem contar que adoro assistir para saber o que gostei e o que posso melhorar.

G: Você interpreta a protagonista e divide o papel com a Grazi Massafera. Vocês trocaram muitas informações sobre a personagem?
IS
: Sim! Fizemos reuniões para ajustarmos alguns trejeitos e características da personagem. Primeiro, teve a questão do sotaque, que precisei mudar um pouco e também a maneira como a Paloma mexe no cabelo. Isso foram detalhes que combinamos de fazer igual.

G: Para interpretar Paloma você precisou aprender a sambar. Achou muito difícil?
IS
: Fiquei desesperada quando descobri que precisaria sambar. Ao mesmo tempo, era algo que eu queria muito aprender. Como eu sabia que não conseguiria fazer isso sozinha, fiz aulas. Não vou negar: no começo foi bem difícil, mas depois consegui. Acho que essa situação me provou que quando você se dedica, é possível fazer qualquer coisa, independente do que for.

G: A personagem é mãe na adolescência. Foi difícil contracenar com uma criança pequena?
IS
: Nunca tinha contracenado com uma criança antes e achei que seria mais difícil do que realmente foi. Acabou sendo muito tranquilo. A atriz era um amor, não deu trabalho nenhum. Fiquei impressionada.

G: E você sente vontade de ser mãe?
IS
: Morro de vontade, mas não agora. É algo a que quero me dedicar, ter tempo, além de estabilidade financeira. Não é a hora, mas com certeza é um dos meus sonhos.

G: Além de atriz, você também tem uma marca de moda, a Serê. Como surgiu essa ideia?
IS
: Sempre amei moda, desde pequena, e fiquei com a ideia da marca na cabeça. Até por isso fiz faculdade de moda e sigo estudando sobre esse universo. Mas tudo começou mesmo quando terminou ‘Malhação’, que foi quando coloquei a minha ideia em prática. Então nasceu a Serê. Desenho as peças, testo a modelagem, tudo pra ficar perfeito.

G: Não é difícil conciliar tanto trabalho com a vida pessoal e amorosa – afinal, você é namorada do Fiuk?
IS
: É bastante coisa sim, mas a rotina de atriz é instável. Então alguns meses são bem tranquilos e aproveito para focar na Serê e na vida pessoal e amorosa, claro. Não é sempre que eu estou mergulhada no trabalho de atriz.

View this post on Instagram

#tbt do dia dos namorados ?❤️

A post shared by Isabella Scherer (@isascherer) on

View this post on Instagram

o amor ta nas coisas mais bregas e fofas

A post shared by [+]FIUK (@fiuk) on