14.11.2020  /  9:00

Ex-mulher de Phil Collins afirma que se separou porque o cantor ficava ‘meses sem tomar banho’

O ex-casal Orianne Cevet e Phil Collins
O ex-casal Orianne Cevet e Phil Collins || Créditos: Reprodução

O conturbado fim de casamento de Phil Collins e Orianne Cevey, que trocaram alianças em 1999 e viveram felizes até 2008, é um dos assuntos mais abordados pelos tabloides americanos no momento, sobretudo por conta das acusações pra lá de bizarras que ela tem feito contra o cantor na justiça. Uma dessas barbaridades, reveladas nessa semana pelo “National Enquirer”, dá conta de que o intérprete de “Against All Odds” não é muito fã de tomar banho e de escovar os dentes, e por vezes teria ficado meses sem essa, digamos, manutenção básica pessoal.

Cevey afirma no processo que move há mais de uma década contra o crooner britânico em um tribunal da Flórida que esse seria apenas um dos motivos que a levaram a optar pelo fim da união deles. O fato de que Collins supostamente bebe demais e também abusa dos barbitúricos, hábitos que o teriam deixado impotente, e que a teria agredido fisicamente, também estão na lista da razões para justificar o término caótico da relação de quase uma década dos dois.

Como Glamurama contou na semana passada, Collins enfrenta dificuldades para convencer a ex a deixar uma propriedade dele que fica em Miami e é avaliada em US$ 33 milhões (R$ 181,5 milhões). Cevey, por sua vez, já mandou avisar que não vai arredar o pé de lá a menos que receba um cheque de US$ 20 milhões (R$ 110 milhões) para isso, já que considera ser esse o valor justo por tê-lo aguentado por tanto tempo. O caso é complicadíssimo porque um dos filhos do ex-casal que vive com a mãe, Matthew, tem 15 anos e, portanto, é menor de idade e não pode ser retirado de casa por causa de brigas de seus pais. (Por Anderson Antunes)