05.03.2020  /  10:31

Ex-modelo da Calvin Klein afirma que ter apoiado Trump em 2016 destruiu sua carreira

Antonio Sabàto Jr., em seus tempos de modelo e hoje em dia || Créditos: Reprodução

Em entrevista para a revista americana “Variety”, o ex-modelo de underwear da Calvin Klein Antonio Sabàto Jr. afirmou que ter apoiado publicamente Donald Trump em sua corrida pela presidência dos Estados Unidos em 2016 só serviu para colocar um ponto final em sua carreira em Hollywood. “Eu precisei me mudar de Los Angeles e acabei vendendo tudo que tinha para pagar dívidas”, Sabàto Jr., de 48 anos, disse à publicação.

O bonitão contou ainda que teve seu nome incluído em uma “lista negra” do dia pra noite e assim que manifestou seu apoio ao político republicano, e daí pra frente conseguir trabalho na meca do showbiz se tornou tarefa impossível. “É uma desgraça, é algo inacreditável. Se você tem algo a dizer que vai contra a opinião da elite hollywoodiana, você logo vai ficar sabendo que está desagrando poderosos”, ele reclamou.

Alçado à fama nos anos 1990, quando se tornou um dos modelos mais famosos da CK, Sabàto Jr. atuou entre 1992 e 1995 na novela “General Hospital”, sucesso de décadas na televisão dos Estados Unidos, e em outras produções para a telinha. Em 2017, aquele que já foi o sonho de consumo de muitas adolescentes anunciou que entraria para a política se candidatando a deputado estadual pela Califórnia, mas não se elegeu. (Por Anderson Antunes)