Haim Eshed
Haim Eshed || Créditos: Reprodução

Ex-integrante do Ministério da Defesa de Israel afirma que aliens existem e podem estar por trás da derrota de Trump

17 Compartilhamentos
17
0
0
0
0
0
Haim Eshed
Haim Eshed || Créditos: Reprodução

Esse ano está sendo tão ruim para a maioria das pessoas que nem mesmo os aliens cogitam dar pivô por essas bandas da galáxia em um futuro próximo. E isso de acordo com Haim Eshed, ex-diretor da secretaria espacial do Ministério da Defesa de Israel. Em entrevista para o jornal americano “The Jewish Press”, ele revelou que um grupo formado por habitantes de outros planetas de alta patente recentemente manteve contato com o governo dos Estados Unidos para informar que continuará conduzindo “pesquisas” na Terra e também para garantir que isso continuará sendo feito em segredo, já que para a turma de extraterrestres a humanidade simplesmente não está pronta para saber de sua existência.

“Os aliens pediram por mais tempo para decidir quando irão se anunciar”, Eshed, de 87 anos, disse no bate papo, sem especificar como teve acesso à informação. O outrora todo-poderoso israelense, que comandou as pesquisas de seu país sobre a vida fora do planeta entre 1981 e 2010, também acredita que Donald Trump “foi tirado” da última corrida presidencial nos EUA porque estava prestes a revelar que os tais ETs existem.

A parte boa dessa história é que, com base nesses relatos de Eshed, nossos “hóspedes intergalácticos” são amigáveis e até bastante diplomáticos, e também não querem nenhuma confusão por aqui. Muito pelo contrário. “Eles [os aliens] estão tentando conhecer melhor todo o universo, e contam com nossa ajuda para isso”, explicou o octogenário, que está aposentado hoje em dia.

Eshed, aliás, também contou na mesma entrevista que uma missão ultra-secreta comandada por astronautas humanos desembarcou tempos atrás em Marte, cujo centro abrigaria uma espécie de “cidade escondida” habitada por marcianos altamente evoluídos. Para o pessoal do “The Jewish Press”, é possível que tudo isso não passe de “loucura” de alguém que lidou com o desconhecido por muitos anos e agora tem tempo de sobra para propagar teorias malucas. Mas, justiça seja feita, em uma entrevista que deu na semana passada para Stephen Colbert, o ex-presidente dos EUA Barack Obama preferiu não confirmar e também não negar a existência de vida extraterrestre inteligente. (Por Anderson Antunes)