Low e seu iate "Equanimity": confiscado

Ex de Miranda Kerr, milionário malaio tem bens confiscados

01.07.2017  /  6:49

Low e seu iate “Equanimity”: confiscado || Créditos: Getty Images/Reprodução

Os diamantes que deu de presente para a ex Miranda Kerr não foram os únicos itens comprados pelo milionário malaio Jho Low que a justiça dos Estados Unidos confiscou recentemente. Nos últimos dias autoridades do país também sequestraram o iate de 60 metros dele, batizado “Equanimity”, além de um jatinho de US$ 35 milhões (R$ 115,7 milhões), uma cobertura no edifício Time Warner Center, de Nova York, avaliada em US$ 30 milhões (R$ 99,2 milhões), uma participação na estrelada rede de academias Flywheel e outra na start-up Palantir Technologies, especializada em big data e fundada pelo bilionário Peter Thiel.

Low também precisou entregar para a polícia várias obras de arte valiosas, como os quadros “Nature Morte au Crane de Taureau”, de Pablo Picasso, e “Saint-Georges Majeur”, de Claude Monet, comprado por ele em leilão há alguns anos por US$ 35 milhões (R$ 115,7 milhões).

Morador de Hong Kong, o polêmico milionário é acusado de lavar mais de US$ 400 milhões (R$ 1,32 bilhão) desviados de um fundo estatal da Malásia em um esquema que movimentou perto de US$ 3 bilhões (R$ 9,9 bilhões) e chegou até mesmo em Hollywood – a produtora Red Granite, responsável pelo filme “O Lobo de Wall Street”, teria sido o destino de parte da grana. (Por Anderson Antunes)