07.05.2019  /  8:04

Ex de Harvey Weinstein, estilista Georgina Chapman foi uma das que mais brilharam no Met Gala

Constance Wu e Georgina Chapman || Créditos: Reprodução

Nada como uma aparição no evento mais disputado de Nova York para dar um “up” na imagem de quem, por circunstâncias do destino, precisou se manter bem distante dos flashes momentaneamente. Que o diga Georgina Chapman, a ex-mulher de Harvey Weinstein, que estava praticamente reclusa desde o estouro do escândalo sexual protagonizado no fim de 2017 pelo então todo-poderoso de Hollywood. Nessa segunda-feira a estilista ressurgiu, tal como uma Fênix, no tapete vermelho do Met Gala, que por ironia é conhecido como “o Oscar da Costa Leste dos Estados Unidos” (o Oscar de verdade, aquele que a estilista frequentou durante anos com Weinstein, acontece em Los Angeles, na Costa Oeste do país).

Vestindo Marchesa, claro, já que é sócia da grife favorita de estrelas como Scarlett Johansson e Cate Blanchett, Chapman posou para os fotógrafos durante alguns minutos e em seguida se dirigiu para o interior do Metropolitan Museum de NY, o palco do conclave fashion, onde foi paparicada por todos. E ela escolheu como “plus one” a atriz americana de origem asiática Constance Wu, protagonista da comédia romântica “Podres de Ricos”, um dos filmes de maior sucesso do ano passado e também um dos que mais repercutiram na mídia em razão de ter sido o primeiro produzido por um grande estúdio de Hollywood (Warner Bros.) com elenco majoritariamente asiático. Novos tempos! (Por Anderson Antunes)