29.11.2019  /  16:26

Ex-chefão da Amazon México está sendo procurado pela polícia sob suspeita de ter matado a própria mulher… Vem saber!

Juan Carlos García é o principal suspeito da morte da mulher Abril Pérez Sagaón // Reprodução Twitter

O ex-diretor da Amazon México está sendo procurado pela polícia do país por ser o principal suspeito do assassinato de sua mulher em emboscada que aconteceu essa semana, na Cidade do México.

Juan Carlos García e Abril Pérez Sagaón estavam passando por um divórcio dos mais turbulentos quando ela foi baleada na cabeça e no pescoço por um motociclista na frente de dois de seus filhos em pleno aeroporto local.

A vítima – que tinha uma ordem de restrição contra o marido – já havia acusado o executivo de tentativa de homicídio no início deste ano, alegando que ele a espancou com um taco de beisebol enquanto ela dormia. Juan foi preso na época, mas liberado no mês passado.

Na última segunda-feira, Abril esteve na Cidade do México para uma audiência no tribunal e, assim que terminou, foi direto para o aeroporto onde foi morta – ela não vivia mais na capital mexicana justamente por temer por sua vida. Sua família acredita que o ex-marido organizou a tocaia. “Ele tem dinheiro suficiente para contratar um assassino”, disse um parente da vítima ao El Pais. “Não temos dúvidas que foi ele.”

Juan Carlos foi contratado para comandar as operações da Amazon México em 2014 e saiu três anos depois para ingressar no grupo comercial Elektra. Aguardem os próximos capítulos!