04.10.2018  /  10:55

Estudo comprova o que todos já sabiam: os “millennials” sustentam a indústria de luxo

A Louis Vuitton é uma das grifes favoritas deles || Créditos: Getty Images

A indústria do luxo – que movimenta em torno de US$ 290 bilhões (R$ 1,14 trilhão) anualmente – tem muito a agradecer aos “millennials”, a parcela da população formada por pessoas nascidas a partir do começo dos anos 1980. De acordo com uma pesquisa encomendada pelo banco suíço UBS e feita com mais de três mil consumidores da China, Europa e Estados Unidos, são eles os três grandes responsáveis pelo crescimento do mercado de produtos de luxo, do qual representaram 85% em 2017.

Ainda de acordo com o levantamento, essa fatia específica formada sobretudo por pessoas com idades entre 18 e 35 anos representará 45% das receitas totais do segmento de luxo até 2025. No caso dos chineses, eles responderam por 20% das vendas de luxo no ano passado, enquanto os italianos e os americanos mais jovens dispõem de orçamentos maiores do que seus conterrâneos mais velhos para gastar com grifes ao mesmo tempo em que se preocupam menos com o futuro.

Outros fatos que são destaques no estudo: com base nos dados coletados pelos pesquisadores nas redes sociais, as marcas de luxo favoritas dos millennials são Louis Vuitton e Gucci. E apesar do e-commerce estar crescendo a passos largos em todas as áreas, na hora de comprar Louboutins eles ainda dão preferência para as lojas físicas, afinal nelas sempre dá pra tirar uma selfie caprichada a cada nova aquisição, não é mesmo? (Por Anderson Antunes)