08.08.2020  /  9:00

Entenda porque Jerry Seinfeld recusou quase R$ 600 milhões para filmar a 10ª temporada de ‘Seinfeld’

Jerry Seinfeld || Créditos: Reprodução

Pra quem ainda está boquiaberto com o US$ 2,5 milhões (R$ 13,6 milhões) individuais que serão pagos aos seis integrantes do elenco principal de “Friends” para que eles revivam seus personagens no especial sobre a sitcom que a HBO pretende rodar em breve, o fato de que a rede americana de televisão NBC certa vez ofereceu nada menos que US$ 110 milhões (R$ 598 milhões) a Jerry Seinfeld só para tentar convencê-lo a filmar mais uma temporada do programa icônico que o consagrou deve soar ainda mais absurdo. E ainda mais surpreendente foi a resposta que o comediante mais rico do mundo deu tão logo ouviu a oferta multimilionária: “não, obrigado!”.

O caso data de 1998, quando “Seifenld” – então no ar desde 1989 – estava prestes a se despedir da telinha. Sucesso de público e de crítica, a atração era uma máquina de fazer dinheiro para a NBC, que também exibia “Friends” na mesma época, e portanto perdê-la estava fora de seus planos. Mas Seinfeld não quis saber de conversa, e deu de ombros quando a gigante de mídia lhe acenou com um salário de US$ 5 milhões (R$ 27,2 milhões) por cada um dos 22 novos episódios que fechariam uma eventual décima e inédita temporada da famosa “série sobre nada”, um valor sem precedentes em Hollywood e até hoje ainda considerado um recorde por lá.

Já bastante rico e ganhando mais dinheiro com suas turnês do que na televisão àquela altura, Seinfeld mais tarde explicou que não faria sentido estender uma produção que tinha dado tão certo desde seus primórdios até o episódio final, que foi assistido por 76,3 milhões de telespectadores só nos Estados Unidos, apenas para o benefício financeiro dele e de outras pessoas. E no fim todos saíram ganhando, uma vez que “Seinfeld” acabou se tornando a líder entre as séries que mais geram receitas com reprises – foram mais de US$ 3,5 bilhões (R$ 19 bilhões) nos últimos 22 anos, dos quais pelo menos 10% pingaram na conta de seu criador e protagonista.

Dono de uma fortuna estimada em US$ 800 milhões (R$ 4,4 bilhões) que o torna não apenas o comediante mais rico do planeta mas também o único grande ator hollywoodiano com chances de se tornar bilionário por méritos próprios em um futuro próximo, Seinfeld sempre encheu estádios com seus shows de stand-up. Um acordo recente com a Netflix, para a filmagem de um show exclusivo, rendeu a ele US$ 20 milhões (R$ 108,7 milhões), sem falar que a gigante do streaming pagou outros US$ 500 milhões (R$ 2,7 bilhões) no fim do ano passado pelos direitos de exibição de “Seinfeld”, sendo que parte desse montante também será paga ao astro de 66 anos. (Por Anderson Antunes)