06.06.2020  /  9:00

Entenda como Elon Musk pode se tornar o executivo mais bem pago da história em 2020

Elon Musk || Créditos: Reprodução

Justo em um ano que tem sido péssimo para vários empresários, Elon Musk – que tem sido personagem frequente no noticiário de 2020 – poderá se tornar o executivo mais bem pago de todos os tempos. É que nessa semana o cofundador e CEO da Tesla se qualificou para receber um pacote de benefícios da montadora de carros elétricos que lhe permite vender aproximadamente 1,7 milhão de suas ações negociadas em bolsa por cerca de US$ 877 (R$ 4.363) cada uma, que é valor individual atual do papel no pregão.

O pacotão pra lá de generoso foi estipulado anos atrás, quando a ação da Tesla valia em torno de US$ 350 (R$ 1.741), e contabilizado como pagamento a Musk naquela época. Só que agora o bilionário pode se desfazer desses papéis por seu preço ajustado, o que significa um ganho em potencial de quase US$ 890 milhões (R$ 4,43 bilhões), que é a diferença entre os US$ 877 atuais e os US$ 350 originais vezes o número de ações em jogo.

De acordo com os dados mais recentes da Securities and Exchange Commission, a xerife do mercado de capitais dos Estados Unidos, Musk ainda não fez nenhuma movimentação nesse sentido. Mas julgando pelo fato de que recentemente o “Homem de Ferro da Vida Real” anunciou que pretende se capitalizar ao máximo para investir em sua empresa de aviação espacial, a SpaceX, e dá pra dizer que é só uma questão de tempo até que ele se mexa para embolsar a bolada. (Por Anderson Antunes)