O Folkwang Museum de Essen, na Alemanha
O Folkwang Museum de Essen, na Alemanha || Créditos: Reprodução

Enfermeira aposentada surpreende administradores de museu alemão com doação de R$ 1,2 milhão

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
O Folkwang Museum de Essen, na Alemanha
O Folkwang Museum de Essen, na Alemanha || Créditos: Reprodução

Os administradores do Folkwang Museum de Essen, na Alemanha, ficaram chocados quando descobriram dias atrás a identidade de uma doadora que deixou uma propriedade com valor estimado em mais de € 200 mil (R$ 1,2 milhão). Trata-se de Jutta Franke, enfermeira aposentada que morreu no começo do ano, e estipulou em seu testamento que a casa na qual viveu boa parte de seus 82 anos deveria ser doada para a instituição cultural depois de sua morte.

Distante cerca de 500 metros do museu, a residência de Franke não possui é luxuosa, e tem um valor razoavelmente alto para os padrões alemães, basicamente por conta de sua localização central em Essen, onde o preço médio dos imóveis residenciais gira em torno de € 50 mil (R$ 306 mil). Fã de artes, a senhorinha generosa era frequentadora assídua do Folkwang, que foi fundado em 1902 e tem uma das maiores coleções de obras contemporâneas da Europa.

E no documento no qual especificou seus últimos desejos, Franke – que nunca se casou e não deixou herdeiros – explicou que viveu muitos de seus melhores momentos no local admirando quadros e esculturas assinados por grandes nomes como Picasso, Matisse, Delacroix, Courbet, Manet, Renoir, Cézanne, Van Gogh, Dalí, Munch e muitos outros. Nada mais natural, portanto, do que destinar seu bem mais valioso para a manutenção desse tesouro. (Por Anderson Antunes)

Um funcionário do museu na frente da casa doada por Franke à instituição
Um funcionário do museu na frente da casa doada por Franke à instituição || Créditos: Reprodução