19.05.2020  /  11:21

Empresa que operou voo de helicóptero que matou Kobe Bryant recebeu auxílio do governo dos EUA

Imagens do acidente que resultou na morte de Bryant e outras oito pessoas || Créditos: Reprodução

A Island Express Helicopters, que presta serviços de táxi aéreo em alguns estados dos Estados Unidos e operou o voo do helicóptero Sikorsky S-76B que resultou na morte de Kobey Bryant e outras oito pessoas no fim de janeiro, inclusive uma das filhas do eterno astro da NBA, recebeu recentemente mais de US$ 600 mil (R$ 3,43 milhões) em auxílio financeiro do governo de lá, como parte de um pacote federal trilionário elaborado pelo governo americano para evitar um colapso econômico de empresas de médio e grande porte do país durante a pandemia de Covid-19.

A quantia consta em um relatório recém-divulgado pelo Departamento do Tesouro americano, no qual grandes nomes da aviação dos EUA como as gigantes Delta, United, American Airlines e JetBlue também aparecem entre as companhias auxiliadas. Viúva de Bryant, Vanessa Bryant está processando a Island Express, que acusa de ter sido negligente na ocasião do trágico acidente que chocou todo mundo. A empresa, no entanto, garante que respeitou todas as regras e que seus passageiros são todos previamente informados sobre os riscos de se viajar pelos ares. (Por Anderson Antunes)