03.02.2015  /  7:46

Emannuelle Junqueira e Wanda Borges destrincham o vestido de noiva perfeito

|| Créditos: Divulgação / Getty Images
No sentido horário: vestido de Wanda Borges, Emannuelle Junqueira e Elie Saab || Créditos: Divulgação / Getty Images

As noivas chiqueria de Jean Paul Gaultier, Elie Saab e Chanel na semana de moda de alta-costura primavera/verão 2015 em Paris foram a deixa para a gente mergulhar com tudo no mundo do casamento. Afinal, a gente não se cansa de falar sobre vestido-desejo. Pensando nisso, entrevistamos duas estilistas experts no tema: Wanda Borges e Emannuelle Junqueira. Confira o nosso “guia” de noivas e uma galeria recheada de vestidos longos, curtos, minimalistas e rococó para inspirar.

(Por Manuela Almeida)

Glamurama: O que uma noiva deveria pensar na hora de escolher um vestido?
Wanda Borges: Procurar um modelo adequado ao biotipo dela. Muitas vezes ela olha um vestido que não é o ideal [para o seu corpo].

Glamurama: O que você sugere vestir para cada biotipo?
Wanda Borges:
Ampulheta – vestido justo para realçar as curvas
Triângulo invertido – modelo sereia
Pera – peça estilo linha A (estreito em cima e aberto embaixo)
Retângulo – vestido com blusé no quadril (cintura baixa)
Oval – cortes verticais para parecer mais longilínea

Glamurama: Quais são os estresses mais comuns de noivas?
Emannuelle Junqueira: Não sei se chamaria de estresse. Acredito que haja uma grande expectativa como um todo, inclusive de se apresentar com tanto destaque. Digo que é um momento em que a mulher passa a ter uma segunda profissão: a de ser noiva e produtora executiva de eventos.

Glamurama: Quanto tempo leva para fazer um vestido de noiva?
Emmanuelle Junqueira: Para um modelo personalizado, pedimos ao menos 5 meses.

Glamurama: O que você acha sobre casar de looks alternativos, como calça ou blusa de manga comprida e saia, como fez Olivia Palermo?
Emannuelle Junqueira: AMO