06.07.2018  /  13:14

Em visita histórica ao Brasil, Malala discute como a educação pode mudar o mundo

A ativista paquistanesa Malala Yousafzai || Créditos: Getty Images

É muita emoção envolvida com a primeira visita de Malala Yousafzai, a pessoa mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz, ao Brasil. A ativista paquistanesa desembarca em São Paulo nos próximos dias para participar de evento promovido pelo Itaú Unibanco, que acontece nesta segunda-feira no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.

Com mediação da jornalista Adriana Carranca (autora do livro “Malala, A Menina que Queria ir para a Escola”), o debate vai fazer uma reflexão sobre como os livros e a educação podem mudar a história de uma pessoa, promovendo o encontro de Malala, 20 anos, com mulheres envolvidas nessas questões.

No palco com ela, além da mediadora, estarão a escritora mineira Conceição Evaristo, Tia Dag (Dagmar Rivieri), educadora que criou a Casa do Zezinho – espaço que oferece oportunidades de desenvolvimento para crianças e jovens em situações de alta vulnerabilidade social -, Tábata Amaral, criadora do “Movimento Mapa Educação”, e Ana Lucia Villela, presidente do Instituto Alana.

O encontro será somente para convidados, incluindo crianças de escolas públicas, integrantes de ONGs que defendem a educação no Brasil e liderança das áreas de educação e cultura. O evento será transmitido ao vivo pelas redes sociais do Itaú, no dia 9 de julho, a partir das 16h. Glamurama vai!

Em tempo: Para comemorar a vinda da ativista a São Paulo e ampliar a disseminação das mensagens defendidas por ela, o Espaço Itaú de Cinema, no Shopping Frei Caneca, exibe gratuitamente até o dia 11 de julho o documentário “Malala” (assista o trailer abaixo). As sessões acontecem todos os dias às 18h. Os ingressos devem ser retirados na bilheteria com uma hora de antecedência (sujeito à lotação da sala).

Facebook – www.facebook.com/events/658896581112189/

Twitter – www.twitter.com/itau

YouTube – www.youtube.com/user/BancoItau/