22.05.2020  /  22:36

Em papo com Joyce, o roteirista e diretor Alberto Renault falou sobre a arte de morar, arquitetura, pandemia e mais

Na ‘live’ dessa sexta-feira, Joyce Pascowitch recebeu o escritor, roteirista, diretor de teatro e de TV, Alberto Renault. Ele, que já dirigiu programas como ‘Muvuca’ e ‘Brasil Legal’, há 10 anos voltou seu foco para a ‘arte’ de morar e está no ar com ‘Casa Brasileira’. Na atração, que tem suas temporadas exibidas no GNT, e atualmente está na Globoplay, Renault exercita o seu olhar, afiadíssimo e esteta, revelando a arquitetura de diferentes cantos do país, interligando construções, histórias e personagens.

“Já visitei mais de mil casas nesses anos, sempre com um olhar mais estético, não antropológico ou sociológico. Em meus projetos, que incluem ‘Casa Brasileira’ e ‘Morar’, tento mostrar um jeito de viver. É uma inspiração! Um olhar poético”, contou o roteirista, e emendou: “Agora, a pandemia tem mostrado o quanto as pessoas moram mal no Brasil. Não sou cego a isso.  Não estamos no mesmo barco. Mas uma coisa curiosa é que, historicamente falando, epidemias, pestes, acabam mudando a sociedade. Claro que não é de uma hora para outra, mas pequenas mudanças já podem ser notadas. Na Itália, por exemplo, que está começando a abrir agora após a tragédia do coronavírus, as maiores filas foram notadas nas lojas de produtos para casa.”

O exercício de estar sozinho, de estar em casa, é fundamental e deveria ser feito sempre, segundo Alberto Renault: “Estar bem dentro de casa é estar bem no seu corpo, é estar bem na vida, estar bem na cidade… É um estado de espírito. A casa é a tradução de estar no mundo.”

Confira esse delicioso bate-papo na íntegra aqui:

View this post on Instagram

Um poema, uma alegria pra alma vc @renault_a 💙

A post shared by Joyce Pascowitch (@joycepascowitch) on