21.05.2019  /  9:00

Em carta endereçada a pais de crianças pequenas, Kate Middleton afirma que entende o “sufoco” deles

Comum entre os pais de crianças, a sensação “excessiva e debilitante” de isolamento que eles por vezes sentem em relação ao resto do mundo não é algo estranho para Kate Middleton. Numa carta que enviou a um grupo de desenvolvimento infantil que criou há cerca de um ano no Reino Unido, a duquesa de Cambridge – que tem três pequenos em casa, sendo o mais velho o príncipe George, de apenas 5 aninhos e ainda por cima futuro rei -, revelou que já passou por todo tipo de “sufoco” relativo a isso e que há uma luz no fim do túnel.

Segundo Middleton, focar na felicidade dos herdeiros e acabar deixando a própria vida de lado faz parte da rotina daqueles que decidiram ter filhos, e é necessário que essas pessoas recebam a devida atenção. “É preciso que papais e mamães se sintam à vontade para pedir ajuda [sempre que precisarem]”, ela escreveu. Na semana passada, a mulher do príncipe William foi alvo de comentários sobre uma possível rotina “estressante demais” por causa dos cabelos brancos que andou exibindo recentemente.

Nessa terça-feira, Middleton, de 37 anos, vai participar do lançamento da campanha “Back to Nature” (“De Volta Para a Natureza”) no Chelsea Flower Show de Londres. Como o nome da iniciativa indica, a ideia é incentivar as pessoas a manter mais contato com a natureza. “Esse ‘banho de floresta’ é fundamental para todos, mas sobretudo para pais e filhos que precisam dar um tempo em suas rotinas de vez em quando”, sugeriu a mãe dos também príncipes Charlotte e Louis. (Por Anderson Antunes)