15.01.2018  /  17:49

Elza Soares se prepara para lançar novo álbum: “Deus É Mulher”. Aos detalhes!

Elza Soares || Créditos: Getty Images

Elza Soares não esperava pelo sucesso do álbum “A Mulher do Fim do Mundo”, lançado em 2015 e escolhido pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) como o disco do ano; foi também selecionado pelo Grammy Latino como o melhor trabalho da MPB, além de ter ido parar em diversas citações como listas e premiações – sempre elegendo o disco como o melhor dos melhores. As honras, os comentários e todo buzz se faz real e Elza, aos 80 anos, não pára – ainda bem.

Aos fãs, uma novidade: a cantora está em estúdio preparando um novo álbum. O disco, que está sendo gravado entre os estúdios Red Bull, em São Paulo, e Tambor, no RJ, tem previsão de lançamento para abril desse ano. Batizado “Deus É Mulher”, o CD reflete a temática polêmica e engajada das músicas. O título também traz a ideia de continuidade de “A Mulher do Fim do Mundo”, o disco mais recente onde ela denunciava uma forma de pensamento ainda arcaico, propondo o fim de uma era essencialmente machista e preconceituosa. O novo trabalho sugere o nascimento de uma geração conduzida pela energia feminina.

Com direção artística de Romulo Fróes e o produção musical de Guilherme Kastrup, “Deus é Mulher” reúne um grande núcleo criativo, com arranjadores e músicos. Entre eles, o seu fiel time da vanguarda paulistana: Marcelo Cabral (baixo e Bass Synth), Rodrigo Campos (cavaquinho e guitarra), Kiko Dinucci (guitarra, sintetizador e sampler). Reforçando a presença feminina, Mariá Portugal (bateria, percussão e MPC) e Maria Beraldo (clarinete e clarone).

O álbum vem sendo produzido desde setembro, quando Kastrup passou a se comunicar com possíveis compositores e reunir material inédito. Dessas canções – por volta de 60 músicas foram recebidas, 20 foram selecionadas e levadas para Elza, para o corte final. Ficaram com oito delas, chegaram mais três. “Deus É Mulher”, a princípio, terá 11 canções assinadas por Tulipa Ruiz, Alice Coutinho (que compôs A Mulher do Fim do Mundo com Fróes) e Mariá Portugal – para citar algumas.

Em tempo: Elza Soares se apresenta em São Paulo nos dias 25 e 26 deste mês, no Sesc Pompeia, com o show paralelo “A Voz e a Máquina”.