10.08.2020  /  10:19

Elizabeth II troca o Castelo de Windsor por sua residência na Escócia para continuar a quarentena

O duque de Edimburgo e a rainha desembarcando na Escócia || Créditos: Reprodução

Já devidamente acomodados no Castelo de Balmoral, a residência oficial da realeza britânica na Escócia, a rainha Elizabeth II e o príncipe Philip só entraram na propriedade histórica depois que uma verdadeira operação de guerra foi montada para recebê-los. Por causa da pandemia do novo coronavírus, os funcionários de lá foram obrigados a permanecer em quarentena e isolados do resto do mundo durante 14 dias antes da chegada da monarca e de seu marido (mais os corgis dela), e nesse tempo providenciaram todas as alterações necessárias para a proteção do casal real durante sua estadia no local que está sendo chamado de “Bolha Balmoral”.

Ambos, é claro, fazem parte do grupo de risco da Covid-19 – o duque de Edimburgo completou 99 anos em junho, ao passo que sua mulher chegou aos 94 em abril – e portanto todo cuidado é pouco no caso deles. Aliás, Elizabeth II e Philip não viajaram da Inglaterra para a Escócia de trem, como de costume, mas sim a bordo de um jatinho das Forças Armadas de Sua Majestade, algo que raramente fazem para evitar as críticas da imprensa. Mas, dessa vez, ninguém reclamou, dadas as circunstâncias.

A chefe da Casa Real de Windsor e seu companheiro de mais de sete décadas estavam isolados no Castelo de Windsor desde o começo da atual crise sanitária global, o que também marcou a primeira vez que eles dividiram o mesmo teto em dois anos. A partir de agora e até outubro, o endereço dos dois será Balmoral. Outros membros da família real deverão visitá-los nas próximas semanas, mas dessa vez serão todos acomodados nas residências adjacentes dentro do castelo, que ocupa uma área de mais de 20 mil hectares nas montanhas escocesas, também por medida de segurança. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, os cliques da rainha e do duque de Edimburgo desembarcando na Escócia:

View this post on Instagram

The Queen, Prince Philip and their beloved dorgis ? have arrived in Scotland for the start of their summer holiday. The couple, who have been isolating at Windsor Castle since March, travelled by plane and will remain at the Balmoral estate until early October. It was previously reported that a group of aides have already travelled up to the Scottish home of the Royal Family to prepare the castle for the couple's arrival. Buckingham Palace previously announced the Queen and Prince Philip would make the journey 'in early August' although an exact date was not confirmed. The Queen and Prince Philip are expected to be joined by family members during their stay but will maintain social distancing in a bid to protect the couple, both in their 90s, from the risk of Covid-19. Family members will not stay in the castle with the couple as they have done in previous years and will instead be housed in other properties in the grounds of the 50,000-acre estate. They will be able to meet her for outside activities instead including walks, horse riding and picnics. Staff have already at Balmoral are thought to have quarantined for two weeks. They will create a so-called 'Balmoral bubble' to help protect the Queen and Prince Philip.

A post shared by Windsor Royal Family (@windsor.royal.family) on