26.10.2018  /  8:15

Eleitora de Trump, por quem fez campanha, Caitlyn Jenner afirma que se arrependeu de apoiá-lo

Caitlyn Jenner || Créditos: Getty Images

Cabo eleitoral mais famosa de Donald Trump quando este concorreu à presidência dos Estados Unidos, em 2016, Caitlyn Jenner revelou nesta quinta-feira que se arrependeu de tê-lo apoiado publicamente na última corrida pela Casa Branca. Em um artigo de próprio punho publicado pelo “The Washington Post”, a ex-atleta olímpica e agora reality star disse que votou em Trump certa de que ele lhe ajudaria no apoio à comunidade LGBT e em especial às pessoas transgênero, mas acabou se enganando.

“Acreditar que eu poderia ter trabalhado com Trump e membros de seu governo em prol dessa nossa comunidade foi um erro”, ela escreveu, citando em seguida uma decisão recente do republicano que sugere que o sexo adquirido no nascimento deve ser considerado imutável (nascida Bruce Jenner, Caitlyn se submeteu a uma transição de gênero em 2015, pouco tempo depois de se assumir como mulher).

Republicana registrada há décadas, a transexual mais famosa do mundo explicou mais adiante em seu texto que optou por dar suporte ao presidente dos EUA em razão dos valores que achava ter em comum com o colega de partido. “Trump foi o primeiro republicano que declarou apoio aos integrantes dessa comunidade tão valiosa e vulnerável”, continuou. “Mas no fim as promessas dele foram completamente vazias”. (Por Anderson Antunes)