16.07.2018  /  7:11

“Ela não está feliz”, afirma pai de Meghan Markle em nova entrevista em que ataca a família real

Meghan e Thomas Markle || Créditos: Getty Images/Reprodução

Thomas Markle atacou novamente. Em uma entrevista que deu para o tabloide britânico “The Sun”, publicada neste domingo, o pai de Meghan Markle disse acreditar que a filha está “aterrorizada” com sua nova vida como membro da família real número um do mundo. “Eu vejo nos olhos dela, em seu rosto e em seu sorriso, [que não está feliz]”, disse o diretor de iluminação aposentado, que no mês passado já tinha falado demais durante um bate papo com o pessoal do “Good Morning Britain”, um dos matutinos mais populares da TV britânica, razão pela qual foi banido para sempre dos círculos reais.

Ao “The Sun”, o sogro do príncipe Harry afirmou que a situação atual da ex-atriz lhe preocupa muito. “Acho que ela está sob uma pressão muito forte, talvez até demais”, reclamou. “O preço que se paga para se tornar membro ‘daquela família’ é muito alto”. A família em questão, é claro, são os Windsors, a quem Markle se referiu como “antiquada” e até acusou de promover exageros sem sentido, como o dress code que chamou de “ridículo” ao qual a duquesa de Sussex e seus parentes precisam se submeter.

“Meghan parece estar vivendo em um filme antigo”, ele falou ao jornal. “Por que em 2018 estamos nos vestindo como se estivéssemos nos anos 1930? Por que elas [as mulheres da realeza] têm que cobrir os joelhos? Não estou culpando Harry ou qualquer outra pessoa, mas me parece que eles [os Windsors] estão seguindo regras que não fazem o menor sentido para mim”.

Achou pouco? Pois o pai falastrão do ano terminou o desabafo fazendo uma crítica forte aos sangues-azuis. “Eles não são menos humanos do que qualquer outra pessoa”, soltou Markle. “Deus sabe que eu sinto é pena deles por não serem capazes de mostrar emoção”. E acrescentou, “sofri um infarto, você acha que eles deram a mínima? Eu poderia morrer logo e eles não estão nem aí”. Mas, gente! (Por Anderson Antunes)