16.07.2019  /  10:41

Drenagem linfática na gestação: pode ou não pode? A massagista das estrelas responde

Renata França || Créditos: Divulgação

Todos os meses, Renata França recebe dúvidas de mulheres sobre drenagem na gestação. Mas, afinal, pode ou não pode?

A resposta é: Sim! Costumo dizer sempre que a drenagem linfática é a massagem da grávida. Não tem nada melhor na vida! Já tive dois filhos e recomendo de olhos fechados. Alguns médicos liberam a drenagem só a partir do terceiro mês de gestação. Outros, desde o princípio, o que é superbacana, porque a mulher fica com o dobro de líquido, de hormônio, de tudo. A sensação que dá é de estar mais pesada. A grávida sente esse peso nas pernas, nas costas, nos seios e também nos pés, então, a drenagem é fundamental. Por isso, a frequência na mulher grávida tende a aumentar: se você fazia uma vez por semana, o ideal é que passe a fazer duas, e assim sucessivamente. Mesmo se não conseguir aumentar essa frequência, não deixe de fazer ao menos uma vez por semana. A sensação de bem-estar é imediata e a mulher já sente uma leveza no corpo inteiro.

Outra dúvida comum é sobre o método usado durante a gestação. Na barriga, nós do Método Renata França apenas passamos um creminho e fazemos um carinho, o que, aliás, os bebês adoram! É impressionante como eles interagem com a gente. Um detalhe importante é passar o creme ou o óleo indicado pela médica ou médico que está acompanhando a gestação. Existem produtos excelentes para grávidas, para que as estrias não se rompam e não se tornem aparentes, por exemplo. Esses produtos são de fácil acesso e podem ser usados na drenagem para as gravidinhas. É o máximo, não é?

Quando a barriga começa a ficar saliente, nós não aconselhamos a mulher a virar de bruços durante a sessão de drenagem, mas, sim, a ficar de lado, com a perna de baixo esticada e a de cima apoiada em um travesseiro. Isso faz com que a coluna fique alinhada e possibilita a drenagem nas costas, sem causar nenhum desconforto.

E, apesar de muita gente não saber, é possível receber a drenagem linfática mesmo depois do parto. Aliás, é essencial, sabiam? Hoje, muitos médicos já liberam profissionais para realizar a massagem na mamãe que ainda está no hospital. É bacana porque quem teve bebê sabe que a gente fica muito inchada nessas primeiras horas. Após o nascimento, em menos de 24 horas, a mamãe já pode receber drenagem. Depois é só seguir com a frequência normal. Nesse período, obviamente, não fazemos a massagem diretamente na barriga, mas nas pernas, costas e até mesmo no rosto, com a Miracle Face. Lembrando que sempre, sempre devemos contar com a liberação médica.

Então, saiba que podemos cuidar das mulheres antes, durante e depois da gestação. E não se esqueçam de tomar bastante água, o que ajuda bastante na drenagem natural. Para finalizar, a dica de autocuidado deste mês é para as futuras mamães: se não tiver ninguém para fazer a massagem em você, deite-se no fim do dia e coloque as pernas elevadas para acima da altura do coração. Isso ajuda muito no retorno venoso, desincha e alivia bastante a sensação de peso.