30.01.2018  /  16:10

Dor de cotovelo de Melania Trump custou mais de R$ 200 mil aos contribuintes americanos

Melania e Donald Trump || Créditos: Getty Images

A recente revelação de que Donald Trump teve um affair para lá de apimentado em 2006 com a porn star Stormy Daniels – segundo o “The Washington Post”, o presidente americano até pediu certa vez para a atriz do segmento adulto lhe bater com uma revista “Forbes” que tinha seu rosto estampado na capa… -, não causou grandes problemas para ele no trabalho. Mas em casa o bicho pegou, lembrando que o republicano se casou com Melania Trump em 2005.

Logo que soube da pulada de cerca do marido, a primeira-dama ficou enfurecida, deu o cano em uma viagem para a Suíça na qual o acompanharia e, apesar de ter mantido as aparências na frente das câmeras, decidiu ir passar o último fim de semana sozinha no spa do famoso Mar-a-Lago, residência localizada em Palm Beach, na Flórida, que Trump comprou em meados dos anos 1980 e transformou em clube de luxo.

Descrito em seu site oficial como “um paraíso tranquilo ideal para quem quer fugir da correria do dia a dia”, costuma ser frequentado pelas mulheres de figurões do universo corporativo americano. Teria sido uma escapulida como outra qualquer, não fosse o fato de que Melania foi para lá a bordo de um avião da força aérea americana que, para decolar, gerou despesas de mais de US$ 64 mil (R$ 202,6 mil) aos contribuintes.

Já tem muita gente reclamando da conta, claro, até porque uma reforma recente no sistema de refrigeração do Air Force One – o superavião que serve o presidente dos Estados Unidos – consumiu US$ 23,7 milhões (R$ 75 milhões) dos cofres do governo. Em resumo, os americanos não estão nem aí para a vida conjugal de Trump, desde que qualquer problema dele não interfira no dinheiro público. Tá certo! (Por Anderson Antunes)