22.03.2020  /  9:00

Dono do Twitter avisa que vai ajudar financeiramente quem procurá-lo pelo microblog

Jack Dorsey || Créditos: Reprodução

Tá isolado em casa e precisando de dinheiro? Se sim, uma boa dica é pedir ajuda financeira para Jack Dorsey, o excêntrico cofundador e CEO do Twitter, diretamente via o perfil oficial dele na rede social: @jack. É que o bilionário anunciou nessa semana que está disposto a enviar uma graninha extra para quem não vai conseguir fechar as contas do mês por algum motivo relacionado à pandemia de Covid-19, como não poder ir trabalhar devido aos pedidos das autoridades de vários lugares para que ninguém saia nas ruas a fim de evitar ser contaminado pelo novo coronavírus.

Ao contrário do Brasil, onde a maioria dos trabalhadores registrados vai continuar recebendo o mesmo salário mesmo não cumprindo a mesma rotina de trabalho, nos Estados Unidos e em muitos outros países os vencimentos dos funcionários da maioria das empresas é diretamente proporcional às horas trabalhadas deles, o que significa que muitos vão ter uma queda de renda brusca a partir de agora e explica porque mais de 2,25 milhões de americanos pediram auxílio desemprego nos últimos dias (até então o recorde histórico de pedidos nesse sentido era 700 mil em um curto espaço de tempo, e isso lá no começo dos anos 1980…).

E no caso da boa ação de Dorsey, que tem uma fortuna estimada em US$ 2,7 bilhões (R$ 13,6 bilhões), para se tornar um beneficiário da mesma basta ter ou criar um perfil no aplicativo de pagamentos e recebimentos Cash App, que funciona nos mesmos moldes do PayPal e pertence ao Square, outra companhia da qual o bff de Mark Zuckerberg é cofundador e sócio. A partir daí, o próximo passo é contatá-lo no microblog já citando um “$cashtag” (nome de usuário no Cash App) e deixar o resto com ele. Que tal? (Por Anderson Antunes)