16.10.2017  /  14:27

Dono de mansão à venda em Londres só aceita fechar negócio em bitcoins

A unidade de bitcoin vale R$ 17.140,00 || Créditos: Getty Images

Jamie Dimon, o todo-poderoso CEO do JPMorgan Chase, pode até achar que o fenômeno das criptomoedas é uma “fraude”, como andou dizendo recentemente. Mas Lev Loginov, que é dono de uma das casas mais caras à venda no disputado bairro de Notting Hill, em Londres, discorda do banqueiro. Quer saber o motivo? É que Loginov, que investe em imóveis de alto padrão na capital inglesa, decidiu colocar a propriedade em questão no mercado e só aceita fechar negócio com quem lhe pagar em bitcoins, a mais famosa das moedas digitais.

Localizada na região da Portobello Road, a casa de seis andares e fachada tombada pelo patrimônio histórico foi comprada por ele há cerca de três anos e teve seu interior totalmente reformado com materiais de primeiríssima qualidade e decoração digna de editorial na “Architectural Digest”, a revista que é tida como a bíblia dos arquitetos e decoradores mundo afora.

Loginov está pedido 4 mil bitcoins pelo imóvel, o equivalente a R$ 68,6 milhões, já que a unidade da criptomoeda acaba de atingir seu maior valor em um mês ao bater nos R$ 17.140,00. E os motivos que o levaram a decidir evitar o dinheiro tradicional neste caso são basicamente dois: além de se livrar das taxas bancárias que uma transação dessa magnitude poderia gerar, ele espera atrair a atenção de milionários asiáticos, que são justamente os maiores detentores de bitcoins da atualidade. Em resumo, é o maior pesadelo de Dimon. (Por Anderson Antunes)

*

Clica na seta da galeria aí embaixo pra conferir algumas fotos da mansão londrina.