24.03.2016  /  8:40

Dono da Virgin vai lançar nova geração de aviões supersônicos

O projeto do avião Boom || Créditos: Divulgação
O projeto do avião Boom || Créditos: Divulgação

Richard Branson, dono do grupo Virgin, vai trazer de volta os voos supersônicos comerciais, mas dessa vez com preços mais acessíveis. Ele anunciou nessa quarta-feira que a Virgin está ajudando a construir uma nova geração de aviões supersônicos que vai poder levar passageiros de Londres a Nova York em três horas e meia, assim como faziam os jatos da Concorde há 13 anos, quando pararam suas atividades.

Brason tem ao seu lado Blake School, ex-piloto e atual executivo da Amazon e o protótipo do jato se chama Boom. Outras companhias como a Boeing e a Lockheed Martin também seguem desenvolvendo projetos de aviões supersônicos, mas o plano da Virgin é atingir o mercado co  peços menores e assim levar a melhor. O protótipo do jato Boom vai ser finalizado e testado no fim de 2017, e os voos comerciais podem começar em poucos anos.

“Isso não é ficção científica. Realmente estamos fazendo isso. Agora vai ser possível voar de Londres a Nova York em três horas e meia por US$ 5 mil (R$ 18 mil), que é basicamente o mesmo custo de voar em um avião normal na classe executiva”, declarou School. Lembrando que no Concord, o preço pelo mesmo percusso girava em torno de R$ 72 mil.

Richard Brenson: voando alto || Créditos: Getty Images
Richard Brenson: voando alto || Créditos: Getty Images