05.10.2020  /  18:02

Donatella Versace sai em defesa de seu funcionário, Salehe Bembury, abordado pela polícia: ‘Ele foi parado apenas pela cor de sua pele’.

Salehe Bembury sendo abordado pela polícia e Donatella Versace // Reprodução Instagram

Depois de ser abordado pela polícia enquanto fazia compras em lojas de luxo em Bervely Hills, na semana passada, Salehe Bembury, vice-presidente da área de calçados masculinos da Versace – ele foi acusado de estar praticando “jaywalking”, termo americano referente a caminhadas pelas ruas desrespeitando faixas de pedestre e calçadas – recebeu apoio de sua ‘chefa’.

Donatella Versace, indignada com o ocorrido, se manifestou em suas redes sociais. Postou o vídeo que mostra Bembury sendo parado, orientado a ficar com as mãos para cima e revistado, sem nenhum motivo aparente, e escreveu: “Estou chocada que isso tenha acontecido com Salehe Bembury. Ele é consultor da Versace há muito tempo e o que passou é totalmente inaceitável. Ele foi parado na rua apenas pela cor de sua pele. Fique forte @salehebembury. Enviando amor e apoio”. Play para ver o insta abaixo:

View this post on Instagram

Fear.

A post shared by Salehe Bembury (@salehebembury) on