Domenico Dolce e Stefano Gabbana: condenados a prisão em Milão

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0

Dois dos maiores estilistas do cenário mundial atrás das grades? Sim, pelo menos é o que determinou a sentença exarada nesta quarta-feira, em Milão, que condena Domenico Dolce e Stefano Gabbana a um ano e oito meses de prisão. Aos fatos: segundo o jornal  “La Repubblica”, o Ministério Público italiano acusa a dupla de “fraude fiscal sofisticada”, por meio de uma sociedade constituída em Luxemburgo, a Gado – proprietária de duas marcas do grupo -, que teria como objetivo apenas obter vantagens tributárias. Entre 2004 e 2005, Domenico e Stefano não teriam declarado rendimentos em torno de US$ 175 milhões , enquanto eram investigados por omitir declarações fiscais referentes a mais de US$ 560 milhões- cada um.

* Segundo a promotora de justiça que atua no caso, Laura Pedio, “Os estilistas participaram ativamente da fraude, assinando contratos de concessão das marcas. A Gado era um empresa nebulosa, tão consistente quanto gás”. A defesa dos dois irá recorrer da decisão.

** Detalhe: a sentença levou em conta atenuantes, diminuindo a pena quase pela metade. Lembrando que a dupla está sendo investigada há anos e já havia sido condenada ao pagamento de uma multa milionária por sonegação de impostos e evasão de divisas.