04.02.2020  /  11:04

Madonna é processada por dois fãs por causa de problemas na turnê ‘Madame X’. O motivo?

Madonna || Créditos: Reprodução

Pelo menos dois fãs de Madonna que compraram ingressos para assistir shows da nova turnê intimista dela, a “Madame X”, decidiram processar a cantora. Mas nos dois casos o motivo da discórdia não têm nada a ver com os cancelamentos de apresentações frequentes anunciados pela material girl nas últimas semanas, por problemas de saúde, mas pelos atrasos da megastar para entrar em cena. Antonio Velotta, morador do Queens de Nova York, e Andrew Panos, que vive em New Jersey, tinham ingressos para conferir Madge in loco nos shows que ela fez nos dias 21 de setembro e 1° de outubro, respectivamente, no super culto centro cultural BAM (sigla de Brooklyn Academy of Music), que fica na região de Fort Greene da Big Apple.

E eles reclamam no processo que deram entrada nessa segunda-feira em um tribunal do Brooklyn que a intérprete de “Vogue” deveria ter dado as caras no local às 20h30, mas só apareceu por lá às 23h30 (no caso de Velotta) e às 22h40 (no show assistido por Panos). A produtora Live Nation, que produz as turnês de Madonna, também é citada como ré na mesma ação na qual se pede indenização por danos morais e materiais.

Velotta, de 40 anos e fã de Madonna desde quando ela estrelou “Procura-se Susan Desesperadamente”, em 1985, ao menos diz nos autos que curtiu a performance, apesar de ter chegado em casa às 3 da manhã do dia 22 de setembro e de ter perdido um dia de trabalho por causa disso. Já Panos, de 35 anos, disse em seu depoimento que “imediatamente odiou” a apresentação pela qual pagou “muito caro” para conferir e foi embora antes do fim, de tão decepcionado que ficou com sua “ídola”. Ui! (Por Anderson Antunes)