19.11.2020  /  10:44

Documentos oficiais mostram que Meghan e Harry contribuíram com autores de livro sobre saída da realeza

Harry e Meghan Markle
Harry e Meghan Markle || Créditos: Reprodução

De acordo com documentos arquivados na Corte Superior de Londres nessa semana, relativos a um processo que Meghan Markle move contra o “Mail on Sunday” por violação de privacidade, a duquesa de Sussex e seu marido, o príncipe Harry, contribuíram com os autores de um “tell all” sobre sua saída da família real do Reino Unido lançado nesse ano no país.

A obra em questão é “Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of a Modern Royal Family”, escrita a quatro mãos pela dupla de correspondentes reais Carolyn Durand e Omid Scobie e que chegou às livrarias britânicas em agosto. Durand e Scobie sempre juraram que suas fontes eram próximas dos dois biografados, mas também sempre negaram que seriam eles.

Indo de encontro a essa versão, o que consta nos papéis oficializados na capital da Inglaterra é que Markle procurou os dois por meio de amigos para dar sua versão dos fatos no que diz respeito à sua conflituosa relação com seu pai, Thomas Markle. Ao que parece, a atriz queria deixar claro para Durand e Scobie que não o abandonou em momento algum.

Markle decidiu processar o “Mail on Sunday” tempos atrás porque o jornal publicou trechos de uma carta dela enviada para Thomas na véspera de seu casamento com Harry, em maio de 2018, na qual a ex-royal reclamava do comportamento público dele em relação à sua entrada para a realeza mais famosa do mundo. (Por Anderson Antunes)