29.11.2019  /  12:18

Documentário “Tombadoras” vai revelar a intimidade da nova geração de cantoras drag queens brasileiras

Pabllo Vittar, Gloria Groove, Lia Clark e Aretuza Lovi || Créditos: Reprodução

Pabllo Vittar, Gloria Groove, Lia Clark e Aretuza Lovi estão na crista da onda, mas todo mundo sabe que para elas tudo foi muito mais difícil. E para mostrar a trajetória da nova geração de cantoras drag queens do Brasil, que estão bombando do Oiapoque ao Chuí, neste sábado vai ao ar o documentário “Tombadoras”, no Canal Bis. A produção promete mostrar a música, os momentos “lacração”, além de toda a superação e luta para chegar ao estrelado. Gravado em São Paulo e no Rio de Janeiro, o documentário traz a intimidade da vida pessoal e profissional delas com entrevistas, registros dos shows, bastidores e making ofs de videoclipes, além das conquistas e frustrações, amores e desamores.

“A popularização das drags na música brasileira é um fenômeno muito interessante e necessário. Acho que nem o maior dos otimistas acreditaria que, um dia, tais artistas pudessem conquistar o respeito e a admiração de milhões de pessoas. Felizmente, isso aconteceu! E num excelente momento! Para mim, o mais bacana de fazer o documentário foi ver de perto o quão essas estrelas se parecem e se diferem. Pabllo é uma ‘diva’; Glória é uma ‘entidade’, gigantesca, no melhor sentido da palavra; Lia é a típica ‘artista do povo’ e Aretuza é ‘um grito de esperança’. Elas são merecedoras demais desse sucesso todo!”, conta Sabatinelli, diretor do documentário.

“Tombadoras” estreia neste sábado, às 21h30, no Canal BIS.