23.09.2020  /  14:29

Documentário sobre Orlando Brito é selecionado para um dos maiores festivais da América Latina. Saiba mais!

Orlando Brito / Crédito: Reprodução

A história de Orlando Brito, um dos fotógrafos mais conhecidos e premiados do Brasil, será contada no documentário ‘Não Nasci Para Deixar Meus Olhos Perderem Tempo’ na categoria de longas e média-metragens com exibição no ‘É Tudo Verdade’, maior festival internacional do gênero na América Latina.

Do diretor Claudio Moraes, o longa narra histórias da carreira de Brito, que fotografou todos os presidentes da República desde o golpe militar de 1964. “O Orlando Britto tem um trabalho muito bonito. Ele sempre busca ver as coisas de outras maneiras, em outros focos, para pensar em outras histórias que uma pauta pode render. Como ele tem essas histórias maravilhosas, tivemos a ideia de contar elas ao mundo”, contou o diretor à imprensa.

Com pouco mais de uma hora de duração, o filme intercala entrevistas do fotógrafo com imagens de seus trabalhos e passagens por locais que marcaram sua carreira, como o Congresso Nacional e o Vale do Amanhecer. Além disso, o público vai descobrir os bastidores de alguns trabalhos de Orlando como o livro ‘Corpo e Alma’, onde ele viaja pelos interiores do país para fotografar os brasileiros que vivem nessas regiões.

Sem apoio financeiro, a produção recebeu com surpresa a indicação para o festival. “Quando a gente foi selecionado, parei o carro e nem acreditei, porque você pensar que um filme independente entrar em um superfestival desses, que tem uma importância tão grande, é surpreendente. Só de ser selecionado já é um prêmio para nós”, revelou Moraes ao ´Metrópoles´.

A 25ª edição do Festival Internacional de Documentários ‘É Tudo Verdade’ terá início nesta quinta-feira, em formato on-line. ‘Não Nasci Para Deixar Meus Olhos Perderem Tempo’ será exibido no festival na próxima segunda, às 21h, e também na terça, às 15h. Confira a programação completa no site!