06.08.2020  /  11:57

Divorciados mas ainda sócios, MacKenzie Scott e Jeff Bezos enriqueceram quase US$ 5 bi nas últimas 24h

Jeff Bezos e MacKenzie Scott || Créditos: Reprodução

A mulher e o homem que mais ganharam dinheiro em todo o mundo nas últimas 24 horas foram casados por quase 25 anos. E é de MacKenzie Scott e Jeff Bezos que estamos falando, claro, respectivamente também a mulher e o homem mais ricos do planeta. Uma nova alta significativa da ação da Amazon na bolsa de valores eletrônica NASDAQ, de 2,11% nessa quarta-feira e impulsionada pela alta do consumo online durante a pandemia, elevou o valor de mercado na companhia para US$ 1,6 trilhão (R$ 8,6 trilhões) e, de quebra, tornou o ex-casal ainda mais bilionário.

Dono de 12% do capital da gigante do e-commerce, Bezos terminou o pregão do dia com US$ 3,7 bilhões (R$ 19,8 bilhões) a mais em seu patrimônio, que está cada vez mais perto da cifra inédita para quem quer que seja de US$ 200 bilhões (R$ 1,07 trilhão) – no momento, está em US$ 189,5 bilhões (R$ 1,01 trilhão). Já Scott, que recebeu do ex-marido 4% da Amazon quando se divorciou dele, enriqueceu outro US$ 1,2 bilhão (R$ 6,4 bilhões) e agora tem o total de US$ 60,7 bilhões (R$ 324,9 bilhões) na conta.

Caso ainda estivessem juntos, eles formariam não apenas o casal mais rico do mundo como também de toda a história. Mas, divorciados há mais de um ano, ambos parecem ter visões bem diferentes sobre o dinheiro que têm: enquanto Bezos continua sendo criticado por ser bem menos generoso que seus pares entre os 10 homens mais ricos do mundo, Scott já avisou que pretende doar todos os seus bilhões ainda em vida e só no mês passado enviou cheques que totalizaram US$ 1,67 bilhão (R$ 8,9 bilhões) para a caridade. (Por Anderson Antunes)