08.11.2018  /  13:42

Dickie Cullimore, embaixador global do rum Bacardí, visita o Brasil pela primeira vez. À entrevista!

Dickie Cullimore || Créditos: Divulgação

O bom momento que o rum vive em todo o mundo também se reflete no Brasil. Prova disso é a ótima recepção que Dickie Cullimore, embaixador global do rum Bacardí, tem recebido em sua primeira visita ao Brasil e do crescimento nacional do campeonato de coquetelaria Bacardí Legacy. Natural da Nova Zelândia, Dickie viaja pelos quatro cantos do mundo promovendo a bebida e a coquetelaria. Graduado em Direito, após sofrer um ataque do coração, trocou os tribunais pelos destilados e hoje tem o que define como emprego dos sonhos.

No Brasil, a agenda de compromissos de Dickie incluiu um momento com o Glamurama em que ele falou sobre suas experiências, do crescimento nacional do campeonato de coquetelaria Bacardí Legacy e o futuro dos drinks.

Rotina?

O trabalho de um embaixador é almejado por muitas pessoas que gostam do universo de bebidas. Mas viajar o mundo a trabalho pode ser ao mesmo tempo divertido e muito desgastante. “O lado divertido é conhecer culturas diferentes, comidas incríveis e experimentar coisas que os habitantes fazem. Mas meu dia a dia muda muito. Este ano passei 180 noites fora de casa o que é quase 50% do ano viajando o mundo e bastante em função do Legacy. É uma responsabilidade enorme e prazerosa. Fiquei muito feliz ao chegar no Brasil pela primeira vez e ver o engajamento da comunidade de bartenders em torno do Legacy. O campeonato tem grande expressividade no mundo e os vencedores veem suas vidas mudarem”, contou Dickie, que integrou o júri da semifinal do campeonato realizada na última segunda (5) e elegeu como finalistas os bartenders Ariel Todeschini Da Motta (Curitiba), Michelly Rossi e Tom Oliveira (Florianópolis). “Aqui no Brasil alguns bares estão entre os melhores do mundo: o Guilhotina, SubAstor e o Frank Bar e eles merecem o título, pois trabalham com um conceito muito especial e são prestigiados. Assim que desembarquei, deixei minhas malas no hotel e fui pra o Guilhotina, estava bem ansioso pra conhecer e, assim que sentei e observei o movimento das pessoas, percebi o motivo do título.”

O rum

Dickie acredita que a soberania do gin está com os dias contados e seu substituto é o rum. “Sabemos que o futuro dos drinks é o rum, que está se tornando mais premium e entrando no mesmo patamar do conhaque e do whisky. É uma das categorias que mais cresce e temos uma demanda imensa. Uma dessas características de ‘gourmetização’ é a forma como o envelhecimento é feito. Na Bacardí colocamos o rum num barril e simplesmente esperamos. Uma curiosidade é que quando você envelhece o rum – nós fazemos isso no Caribe – perde-se pelo menos 8% por ano de produto. Uma vez que ele está no barril vai diminuindo a quantidade com o passar dos anos. E isso é interessante, pois faz dele um produto raro e deixa o produto delicioso. Estamos lançando uma nova família de rum que está prestes a chegar ao Brasil. Começamos por o envelhecido em quatro anos, passando pelo de oito. O de 10 anos é bem intenso e delicioso. O Riserva Limitada é um rum complexo para ser tomado a qualquer hora do dia, inclusive no calor. Incrível.”

Gama premium de rum Barcadí || Créditos: Divulgação

Aulinha

Dickie deu a dica para os consumidores que ainda não foram seduzidos pelo destilado. “Primeiramente é preciso saber o ambiente que essa pessoa está. Se está muito calor ou frio, se ela bebe de dia ou de noite. Escute o que essa pessoa precisa e com certeza existirá algum cocktail perfeito para a ocasião. Não é preciso pregar sobre o envelhecimento, fermentação e detalhes que ninguém realmente liga. Para inserir um novo sabor, a experiência é mais importante. Quando vou a algum bar tenho uma regra e sempre peço primeiro um drink com Bacardí, mas quando quero apenas uma cerveja, peço um shot de rum para mixar. É uma boa dica.”

Original Bacardí Mojito

Claro que nossa conversa não poderia terminar de outro modo a não ser com uma clássica receita de Mojito. Tome nota e enjoy, glamurette. “Misture todos os ingredientes com bastante gelo e você acabou de criar um Mojito BACARDÍ original, um cocktail de rum perfeito para momentos mágicos.”

Ingredientes
50 ml de rum BACARDÍ Carta Blanca
4 fatias de limão
12 folhas de hortelã fresca
2 colheres de chá de açúcar extra fino
25 ml de refrigerante soda
Raminho de hortelã fresca

Abaixo confira a galeria do evento dessa quarta-feira.