07.04.2018  /  9:00

Destino da moda e favorito de Madonna, Portugal já sente os efeitos da saturação turística

Turistas recém-chegados no Aeroporto de Lisboa || Créditos: Getty Images

A evolução de Portugal de “ex-patinho feio” da Europa para destino mais hypado do velho continente já está causando transtornos.  Isso de acordo com um estudo recém-concluído pelo Instituto de Planejamento e Desenvolvimento do Turismo, o IPDT, um órgão do país que trata de todos os assuntos relativos aos visitantes vindos de outros cantos do mundo que tem autonomia administrativa – ou seja, pode puxar a orelha dos governantes como bem quiser.

O levantamento indicou que nos principais aeroportos de lá, como o de Lisboa e o do Porto, já existe saturação turística. Traduzindo, isso significa que o número de pessoas circulando em ambos é consideravelmente alto, o que também se reflete nos pontos turísticos, e isso não é algo necessariamente bom. Só para se ter uma ideia, mais de 300 turistas circulam atualmente por cada quilômetro quadrado da capital todos os dias, um índice mais alto que o de Londres, por exemplo.

No ano passado, Portugal recebeu 28 milhões de turistas, quantidade suficiente para garantir um lugar no Top 10 dos dez países mais visitados da Europa. Desse total, 26 milhões passaram pelo Aeroporto de Lisboa, que tem capacidade anual para 25 milhões de passageiros. A boa notícia é que os responsáveis pelas mudanças necessárias já estão com a mão na massa, inclusive porque não  querem perder a atenção de celebs poderosas que se mudaram para a terrinha em busca de seus encantos e para a qual fazem propaganda de graça, como é o caso de Madonna. Ufa! (Por Anderson Antunes)