04.07.2017  /  11:41

Desta vez, desfile de alta-costura da Chanel leva Torre Eiffel para o Grand Palais

O visual de Paris dentro do Grand Palais para a alta-costura de Chanel || Créditos: Getty Images

A cada estação, Karl Lagerfeld e sua crew por trás da Chanel nos transportam para um mundo fashion completamente novo, com direito a uma imersão sensorial completa. Anteriormente já fomos levados para um supermercado, um casino, data center e na última temporada para uma estação espacial.

Nesta manhã em Paris, os convidados da marca que assistiram ao desfile de outono-inverno 2017/2018 puderam visualizar a Torre Eiffel dentro e fora do Grand Palais, mais precisamente no backdrop.

O desfile foi dividido em duas partes: uma ala dedicada à alfaiataria e ao clássico da vestimenta parisiense e outra com looks que serão disputados nos tapetes vermelhos. A primeira modelo a entrar na passarela surgiu vestindo um casaco cinza estruturado com chapéu de aba curta no mesmo tecido da roupa.

Após o desfile de alta-costura da Dior, nessa segunda-feira, que apresentou toda uma série de looks cinzas, é evidente que as silhuetas estruturadas e os chapéus são grandes tendências para a alta-costura.

Na passarela da Chanel, os clássicos twinsets de tweed – em preto, azul marinho e cinza, usados com ankle boots de verniz e saltos de acrílico, tendência esperta e já vista bastante no inverno do ready-to-wear. E brincos botão de pérolas com tweed. Os looks se transformaram em criações mais coloridas com plumas, rosetas de tecido e detalhes de cristal. As jaquetas e saias deram vez a vestidos plissados, volumosos cocktail dresses e, claro, o vestido de noiva para o gran finale.

Na primeira fila, Kristen Stewart, Cara Delevingne, Pharrell Williams, Julianne Moore, Lily Collins, Katy Perry e a fidele Laura Neiva. No final, o kaiser Karl Lagerfeld foi condecorado e recebeu a medalha Grand Vermeil, a maior distinção concedida pela cidade de Paris, das mãos da prefeita de Paris, Anne Hidalgo.

A honraria é concedida a pessoas que prestaram serviços extraordinários à capital francesa.” Você é uma das pessoas mais bonitas que eu já conheci, uma pessoa que é hoje universal”, disse Hidalgo a Lagerfeld. “Você faz Paris mais mágica, mais criativa, mais bonita. Você é um verdadeiro parisiense. Gostaria de te agradecer em nome da cidade.”