Desejo do dia: as peças com referências à cultura, diversidade e estética brasileira da Guá

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0
Joias Guá || Créditos: Reprodução

A paixão pelo Brasil antigo, pelos designers e pelos movimentos artísticos do século 20, e a vontade de explorar a rica diversidade e estética nacional – em vez de ficar importando tantas referências externas –, foram algumas das motivações para a arquiteta Pri Pasquarelli, 26 anos, lançar a Guá. Encantada por joias e acessórios desde sempre, tirou da gaveta alguns desenhos durante a quarentena e começou a viabilizar a marca, cujo nome foi escolhido enquanto escutava a música “Guá”, do álbum “Joia” de Caetano Veloso. Daí em diante, criou um universo se aprofundando cada vez mais sobre o movimento moderno e tropicalista, e logo o público se identificou com a abordagem. “Acredito muito que a joalheria é uma forma de aproximação e materialização desses temas, que por vezes parecem pouco acessíveis”, contou a designer. + @gua___