05.07.2021  /  9:00

Desejo do dia: as cerâmicas minimalistas do ateliê Camelo, da mineira Clarissa Miranda

Peças do ateliê Camelo Cerâmica || Créditos: Divulgação

Há cinco anos em São Paulo, a mineira Clarissa Miranda, de 32, começou a se envolver com cerâmica em 2018, quando fez um workshop de fim de semana para experimentar algum fazer manual e se apaixonou. Após cursos para se aprofundar na técnica, foi aos poucos desenvolvendo sua própria produção e criou, em 2020, o ateliê Camelo Cerâmica. Inspirada pela arte abstrata geométrica de artistas como Lygia Clark e Lygia Pape, pelas formas da natureza e, principalmente, pelas sensações do jogo de luz e sombra, Clarissa confecciona peças orgânicas, minimalistas e delicadas feitas sob encomenda e em colaboração com outras marcas. “A cerâmica é sobre processo, construção e sensação. Num mundo com tanto ruído, acredito ser possível encontrar silêncio quando olhamos para dentro, e os objetos que nos cercam dizem muito sobre isso.”