Desbocada Lívia Andrade, uma das favoritas de Silvio Santos, diz que sonha em ser Hebe Camargo

21.04.2018  /  9:00

Desbocada, ela ficou famosa por soltar verdadeiras pérolas no Jogo dos Pontinhos, quadro comandado por Silvio Santos. Integra a bancada da atração há oito anos e confessa que não é nada fácil lidar com o dono do SBT: tem de virar a Mãe Dináh para adivinhar o que ele quer e diz que até já bateu o carro de propósito para justificar um atraso na gravação. Lívia, que começou a carreira no Fantasia – quem lembra? – sonha em virar Hebe Camargo e revela que não engole sapo.

Por Fernanda Grilo para a Revista J.P de abril

J.P: Como é trabalhar com o Silvio?
Lívia Andrade: Tem de saber lidar, ter o sexto sentido aguçado e um quê de Mãe Dináh para adivinhar o que ele quer.

J.P: Já rolou algum estresse entre vocês?
LA: Não, mas uma vez passei mal no dia da gravação e fui para o hospital, me deram remédio e dormi. Quando acordei vi que estava em cima da hora e sai voando com o carro. O que eu poderia fazer? Mirei o poste de propósito e bati o carro.

J.P: Você sempre foi desbocada assim?
LA: Isso veio da brincadeira com Silvio Santos. Ele extraiu muita coisa de mim que eu não sabia…

J.P: Qual foi a melhor tirada que já deu no programa?
LA: Fiquei revoltada quando Plutão deixou de ser planeta. No quadro eu gritava: “Tô Plutão”, “o que as pessoas que ganham dinheiro com Plutão vão fazer?”. Silvio ria muito disso, muito. A reação dele foi melhor que as piadinhas.

J.P: O que não sai da sua cabeça?
LA: “Esqueci alguma coisa.”

J.P: Quem gostaria de ser?
LA: Hebe Camargo ou a Ivete Sangalo – Ivete, além da energia, ainda é uma empresária ferrada.

J.P: Mudaria alguma coisa em você?
LA: Me colocaria filtro, tipo do Stories ou do Snapchat, porque minha boca eu seguro, mas a minha cara…

J.P: Melhor conselho que já deu?
LA: Não engula sapo… Desabafa, explode mesmo, aperta o famoso botãozinho. Isso economiza tarja preta e psicóloga.

J.P: E o melhor conselho que já ouviu?
LA: Aquilo que ninguém sabe, ninguém pode estragar.

J.P: Momento de mau humor?
LA: Pela manhã. Tico e Teco não funcionam nesse horário.

J.P: E um momento que definiu sua vida…
LA: Não levei um desaforo pra casa de um homem poderoso e com cargo superior ao meu. Mudou tudo na minha vida e tudo começou a dar certo depois disso.

J.P: Você se considera feminista?
LA: Sim, sempre lutei pela igualdade, respeito, pelo nosso espaço e contra o machismo. Sou independente, não tem como não me enquadrar.

J.P: Conseguiria ser bancada por um marido?
LA: Nunca! Só consigo aceitar um presente que posso comprar também. Nada fora do meu poder aquisitivo.

J.P: O que faz com o seu dinheiro?
LA: Junto. Perdi meu pai cedo e nessa profissão ingrata a gente não sabe o próximo dia. Programei minha vida para estar estabilizada financeiramente com 30 anos e consegui.

J.P: O que ama mais que o Corinthians? (Lívia é torcedora fanática)
LA: Só comida.

J.P: O que comeu de mais estranho na vida?
LA: O saco do boi. Não gostei, é uma iguaria horrorosa. Ouriço também não rola.

J.P: Sua maior qualidade e defeito?
LA: Transparência, tanto para o bem quanto pro mal.

J.P: Seu momento mais brilhante…
LA: Ainda está por vir…

J.P: Quem merece os seus pontinhos?
LA: Silvio Santos, não tem outro igual no mercado. É tipo item de colecionador.